Sindiquimica Duque de Caxias


EMPRESAS

Nitriflex

Arlanxeo

Braskem


SINDIQUIMICA

Diretoria 2015/2018

Galeria de Fotos

Sindicalize-se

Estatuto

Quem Somos

Convênios

2ª Via Boleto do Plano de Saúde

Jurídico


REDES SOCIAIS


BLOG SINDIQUIMICA

botão do blog sindiquimica


FALE CONOSCO

Zé Batelada


(21) 98440-2204
Apenas Mensagens!

Últimas Notícias


NEGOCIAÇÃO DE DATA BASE COM A ARLANXEO

Em razão dos resultados das assembleias realizadas em Cabo de Santo Agostinho/PE; Duque de Caxias/RJ; e Triunfo/RS, onde a proposta da empresa, foi rejeitadas pelos trabalhadores, solicitamos uma reunião conjunta com os tres sindicatos, (RJ, PE e RS), com a gerência da empresa, na unidade de Duque de Caxias, para darmos continuidade nas negociações visando o reajuste salarial deste ano. Porem a empresa prefere continuar a negociação em separado, e em cada região e programou um a nova rodada de negociação para janeiro e fevereiro, devido ao período de feriados e férias da comissão de negociação da empresa; veja aqui a resposta da Arlanxeo:


PROPOSTA DA BRASKEM É APROVADA PELOS TRABALHADORES

Em assembleia realizada nos dias 14 e 18 de dezembro de 2017, com a finalidade única de apreciar e votar a proposta de 1,73%, (que foi a inflação do período), visando à assinatura do Termo Aditivo do Acordo Coletivo de Trabalho, para o período de 2016 a 2018, com vigência a partir de 01/09/2017, tivemos o seguinte resultado:
Compareceram e assinaram a lista de presença 239 interessados.

Aberta as urnas e apurados votos ali depositados, constatou-se o seguinte resultado: 

Votos depositados nas urnas 239 (duzentos e trinta e nove);
Votos contrários à assinatura do Acordo 95 (noventa e cinco)
Votos favoráveis à assinatura do Acordo , 142 (cento e quarenta e dois)
Votos em Branco  02 (dois).

Depois da rejeição na primeira assembleia, a empresa aumentou sua proposta, passando o reajuste auxilio educação para R$ 4.220,00 anuais e com a inclusão da clausula de salvaguarda: AS CONDIÇÕES DE TRABALHO DISCIPLINADAS NO ACORDO COLETIVO SE SOBREPÕEM A QUALQUER ACORDO INDIVIDUAL OU ATO UNILATERAL DA BRASKEM, que dá segurança jurídica para impedir que a legislação trabalhista possa alterar nossos direitos.

.


SISTEMA DE CONTROLE DE PONTO DOS TRABALHADORES DA BRASKEM

O Acordo Coletivo de Trabalho dispõe sobre o Sistema Alternativo de Controle adotado pela Braskem, para o registro da jornada de trabalho (ponto) de seus Integrantes, consoante permissivo contido na Consolidação das Leis do Trabalho e na Portaria nº 373, do Ministério do Trabalho e Emprego MTE., foi renovada por mais dois anos, (2017/2019), conforme assembleias dos dias 14 e 18 de dezembro, onde um total de 239 trabalhadores, dos quais 199 (cento e noventa e nove) a favor do atual sistema alternativo de controle de jornada e 35 (trinta e cinco), trabalhadores votaram contra a proposta apresentada, e votos em branco; 5 (cinco).
A implementação do Sistema Alternativo de Controle de Jornada aqui disciplinado, conforme previsto na Portaria acima referida, gera presunção do cumprimento regular da jornada contratual ou convencionada vigentes, nos termos da lei ou norma Coletiva incidentes, liberando-os da obrigação de marcação do início e término normal da jornada de trabalho, devendo ser anotadas as horas extras efetivamente realizadas pelo próprio trabalhador.


Dirigentes do Ramo Químico debatem ações para enfrentar os desafios da Reforma Trabalhista

Hora é de parar com as lamentações e partir para estratégias de enfrentamento para defender a classe trabalhadora

Como enfrentar a nova realidade imposta pela Reforma Trabalhista? O que é possível fazer para garantir a Negociação Coletiva e ter um trabalho conjunto entre o sindicato e a representação de trabalhadores no local de trabalho?  Como sustentar financeiramente os sindicatos?

Continue lendo aqui...


PASSIVO TRABALHISTA DA NITRIFLEX

A pedido dos advogados da Nitriflex, o Sindiquimica preparou uma planilha com todos os substituídos pelo sindicato em ações trabalhistas, ao longo do período de 2001 até agosto de 2015, em função do trabalho de turno ininterrupto sem acordo com o sindicato, além do dissidio coletivo de 2001, quando a empresa reajustou os salários abaixo da inflação medida no período.
.  A empresa ficou de analisar os valores, que poderão ser quitados e/ou parcelados, conforme acordo a ser celebrado entre as partes e o sindicato.

A relação dos nomes destes trabalhadores, com processos que já foram tramitado em julgado, você pode conferir aqui

 

 

 

Observatório Social
Industriall
DIEESE
CNQ
DGB
Meu Salário

 

 

 

Rua Tuiuti - 173 - Bairro 25 de Agosto - CEP 25070-390 - Duque de Caxias - Rio de Janeiro

(021) 2671-4422 /2671-2504

(Formatação: Diego G. Farias - 021 -98440-2184)